Notícias


20

08

2019

Como é feita a reciclagem de pilhas e baterias usadas?

Coleta seletiva de pilhas e baterias

Saiba como as pilhas e baterias usadas devem ser descartadas e ajude a preservar o meio ambiente auxiliando no processo de reciclagem

No Brasil, são gerados por ano mais de 1 bilhão de pilhas e baterias de celular. Esse número, que só tende a aumentar cada vez mais, esses materiais são uns dos principais responsáveis pelo lixo tóxico que é descartado em locais indevidos, visto que as pilhas e baterias são compostas de substâncias extremamente maléficas à saúde do meio ambiente e também das pessoas e animais, como o chumbo, zinco e mercúrio.

Nos dias de hoje, muitas pessoas acabam jogando pilhas e baterias usadas de celulares, computadores, etc, no lixo comum, onde geralmente são encaminhados para aterros sanitários e lixões a céu aberto extremamente prejudiciais ao meio ambiente. Para minimizar os estragos através da liberação de materiais tóxicos no solo e no ar, foram criados e divulgados postos de coleta para o descarte correto desses produtos, onde são encaminhados para um processo de reciclagem. Entenda como funciona:

Custos

O processo de reciclagem desses resíduos tem um custo muito alto. A reciclagem de 10 toneladas de pilhas e baterias, por exemplo, custa em média R$ 1 mil reais. No Brasil o processo de reciclagem de pilhas e baterias ainda é muito baixo, pois a maioria desses produtos acabam sendo descartados em lixos comuns.

Como é feita a reciclagem?

Assim que descartada nas lixeiras recicláveis as pilhas e baterias são coletadas por caminhões de lixo da coleta seletiva e enviadas ao processo de reciclagem que acontece da seguinte forma:

– A parte plástica das pilhas e baterias é removida e lavada com água. Esse processo ocorre para separar o plástico do metal e enviá-lo para a reciclagem junto com o plástico comum.

– A parte de metal que ficou é triturada até virar um pó. Isso ocorre, pois, o PH precisa ser neutralizado para minimizar os danos ao meio ambiente e às pessoas. O pó do metal é direcionado para um filtro, onde é prensado e depois seco.

– Após ser prensado é realizado um teste de identificação do metal predominante na composição das pilhas ou baterias. Essa identificação definirá a cor do novo produto.

– Ao ser identificado corretamente, o pó é direcionado para um forno com temperatura acima de 1300°C, onde é originado o óxido metálico inofensivo. Essa substância geralmente é vendida para indústrias que fabricam fogos de artifício, tintas, vidros e cerâmicas.

Com esses conhecimentos qualquer pessoa pode procurar por ecopontos e lixeiras específicas para o descarte desses materiais, auxiliando para a conservação do meio ambiente e evitando ainda mais poluição.

Para te ajudar nesse processo de descarte, a Lar Plásticos conta com lixeiras recicláveis para todos os tipos de materiais. Desde os mais comuns até os tóxicos e infectantes como o lixo hospitalar, etc. Entre em contato com nossa fábrica e solicite um orçamento para implantar na sua empresa a reciclagem!

Visite nossa página no Facebook

Conheça nosso Instagram

SOLICITE UM ORÇAMENTO


    ONDE ESTAMOS

    Rodovia Dom Pedro I, km 73 - Mato Dentro, Atibaia - SP
    CEP: 12954-260

    como chegar